segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Cecília Meireles

"Nasci aqui mesmo no Rio de Janeiro, três meses depois da morte de meu pai, e perdi minha mãe antes dos três anos. Essas e outras mortes ocorridas na família acarretaram muitos contratempos materiais, mas, ao mesmo tempo, me deram, desde pequenina, uma tal intimidade com a Morte que docemente aprendi essas relações entre o Efêmero e o Eterno.

(…) Em toda a vida, nunca me esforcei por ganhar nem me espantei por perder. A noção ou o sentimento da transitoriedade de tudo é o fundamento mesmo da minha personalidade.

(…) Minha infância de menina sozinha deu-me duas coisas que parecem negativas, e foram sempre positivas para mim: silêncio e solidão. Essa foi sempre a área de minha vida. Área mágica, onde os caleidoscópios inventaram fabulosos mundos geométricos, onde os relógios revelaram o segredo do seu mecanismo, e as bonecas o jogo do seu olhar. Mais tarde foi nessa área que os livros se abriram, e deixaram sair suas realidades e seus sonhos, em combinação tão harmoniosa que até hoje não compreendo como se possa estabelecer uma separação entre esses dois tempos de vida, unidos como os fios de um pano."

"...Liberdade, essa palavra
que o sonho humano alimenta
que não há ninguém que explique
e ninguém que não entenda..."
(Romanceiro da Inconfidência)


10 comentários:

  1. Nós sempre soubemos que a Cecíla pararia aqui.

    Ansiavamos por vê-la e já nos desesperavamos só pela misera possíbilidade de ela não vir.

    Silêncio e solidão... Seu Construto para a poeisa, até isso é poetico.

    Sempre sempre ela É, era e será: Nem alegre, nem triste, Poetíssima!

    Beijos vermelhos,

    Já estavamos doídos de saudades suas!

    ResponderExcluir
  2. Eu adorei! DEMAIS!
    E é por isso e por muito mais que tenho tanto orgulho de voce!
    Um abraço de alma!

    ResponderExcluir
  3. Olá tudo bem? Sou do blog Cérebro de barata. Venho aqui para te repassar o selo 'Esse blog vale medalha de Ouro', campanha realizada para blogueiros que querem avaliar seu blog. E o link e nome de seu blog estavam na lista. Para pegar seu selo siga as regras desse link http://www.blogsilence.com/ganhe-seu-selo-esse-blog-vale-medalha/. Abraços.

    ResponderExcluir
  4. Mi, ChicO e Naiara...
    Que alegria a visita e as palavras de voces!
    Obrigada

    ResponderExcluir
  5. Rodrigo,
    Muito obrigada. Sinto-me honrada.

    ResponderExcluir
  6. Helenice,
    é de tanta beleza, que as palavras são muito simples... é impossível encontrar algo que sintetize e exprima com a tamanha grandeza de todo este potencial que você nos mostra!
    Deus ilumine e abençoe, intuindo, inspirando, para que suas mãos e mente possam unir a sabedoria, conhecimento e a luz que se faz nestes momentos!
    Abraço enorme! Parabéns!
    Nora Luce

    ResponderExcluir
  7. Nora,
    Que alegria imensa receber sua visita.
    Obrigada pelo carinho de suas palavras.
    Venha sempre que puder.
    Logo logo estarei colocando novos quadros.

    ResponderExcluir
  8. Nós já aceitamos o comentário e respondemos.

    Veja lá.


    Só te adiantando, NÓS TAMBÉM TE AMAMOS sua boba!
    Estavamos aguardando sua volta. E entendemos perfeitamente esses "tempos" que precisamos dar para nós mesmos... Enfim.


    Beijos Vermelhos,

    Mi e ChicO, os de sempre, viu... Linda!

    P.S: felizes por vê-la novamente...

    ResponderExcluir
  9. P.S: Suplicas de um aconchego.

    Pedimos que volte!

    Beijos Vermelhos...

    ResponderExcluir